Apresentação

O EDUCERE – Congresso Nacional de Educação - é um evento realizado a cada dois anos, com o objetivo de promover reflexões sobre formação, prática e pesquisa educacionais em um contexto globalizado, diversificado e de forte demanda social. 

Nesse XV EDUCERE, ocorrerá mais uma vez a parceria com o VI Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação – SIRSSE e o VIII Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente (SIPD/CÁTEDRA UNESCO), promovendo discussões em torno do tema “Inspirações, espaços e tempos da Educação”.

O tema Inspirações, espaços e tempos da educação é fortemente marcado por todas as mudanças que vivenciamos em decorrência da pandemia e que tanto alterou nossas vidas.

Nesses tempos de obscurantismo e de ataque frontal à ciência, à tecnologia e à educação, é ainda mais imperativo que consigamos realizar este evento com a qualidade de sempre, prezando pela formação e pela divulgação do conhecimento científico ao maior número de pessoas possível. Os congressos sempre foram espaços de debate, de crítica, de reflexão, lugar de ideias em ebulição, de gestão de novos projetos e parcerias.

São eventos voltados à participação de professores da educação superior e da educação básica, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação nacionais e internacionais.

Os encontros proporcionados pelos eventos fortalecem o compartilhamento e as inspirações, ressignificam e e democratizam os espaços e ampliam o tempo da educação, do pensamento, da crítica e da ação coletiva.

 

A edição 2021 será realizada de 27 a 30 de setembro de 2021 na modalidade online e presencialmente na cidade de Curitiba/Paraná/ Brasil. 

 

Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação – SIRSSE

O Seminário Internacional de Representações Sociais, Subjetividade e Educação (SIRSSE) foi idealizado pelo Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade – Educação (CIERS-ed) da Fundação Carlos Chagas e tem como objetivo difundir e aprofundar investigações científicas no âmbito da educação por meio do estudo da teoria das representações sociais em articulação com outros referenciais teóricos e metodológicos de modo a analisar e refletir sobre processos educacionais.

 

Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente – SIPD/CÁTEDRA UNESCO

O Seminário Internacional sobre Profissionalização Docente (SIPD/Cátedra UNESCO) tem o propósito amplo de promover a reflexão acerca da formação de profissionais da educação e conta com o apoio da Cátedra UNESCO sobre Profissionalização Docente abrigada pelo Departamento de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas. Ao congregar pesquisas dedicadas à temática, o evento visa promover a compreensão de fatores que propiciam o bom desempenho profissional em distintas esferas educacionais.

 

III Encontro de Utilizadores do Software ATLAS.ti

Finalidade: Promover o compartilhamento de experiências entre pesquisadores das diversas áreas com a análise da dados qualitativos utilizando como ferramenta o software ATLAS.ti.

Em 2018 foi realizado o I Encontro de Utilizadores do Software ATLAS.ti. O evento ocorreu em decorrência da inauguração do I Laboratório de Análise de Dados Qualitativos com o apoio do software ATLAS.ti da América Latina, uma parceria entre a PUCPR e ATLAS.ti. Juntamente com a criação do laboratório, o grupo de pesquisa Criatividade e Inovação Docente no Ensino Superior (CIDES) iniciou a oferta de assessoramento para os estudantes que desejassem utilizar o software em suas investigações científicas. O I Encontro foi uma oportunidade de mapear, em todo o Brasil, possíveis parceiros para trocas de experiências relacionadas ao uso do software e na formação em pesquisa para a análise qualitativa.

No II Encontro de Utilizadores do Software ATLAS.ti (2020), realizado em formato virtual, verificou-se os resultados dos compartilhamentos da primeira edição, com excelentes experiências apresentadas por estudantes de Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado. Em sua terceira edição, renovamos a expectativa de construção de uma rede colaborativa entre os utilizadores do software ATLAS.ti, ampliando as discussões e potencializando a preparação de nossos pós-graduandos para o uso de softwares nas pesquisas qualitativas e incentivando inclusive os graduandos à compartilharem suas aprendizagens nas pesquisas de iniciação científica e trabalhos de conclusão de curso nas quais experimentaram o uso do software!

Simpósio Centenário Paulo Freire

Consideramos que na ocasião do centenário de nascimento de Paulo Freire (1921-2021), em 19 de setembro de 2021, na semana anterior à realização do XV Congresso Nacional de Educação – EDUCERE 2021, possamos destacar a importância de sua obra e trajetória no cenário nacional e mundial da Educação. Esta é razão pela qual faz-se mister um simpósio Paulo Freire, inserido na programação do referido Congresso, que versará acerca das inspirações, espaços e tempos da educação. Esta será uma forma de homenageá-lo nos 100 anos do seu nascimento como humanista, filósofo, pedagogo, andarilho da esperança, da liberdade e impulsionador da dialogicidade, eixo fulcral de sua práxis. Destarte, estaremos existencializando-o e demonstrando a vigência e atualidade de sua pedagogia da libertação integral do ser humano, que impulsiona a vocação humana de ser mais. O intuito será o de reinventar Paulo Freire, 100 anos após o seu nascimento, pois apostamos na história como possibilidade e no diálogo criador e criativo, como a exigência fundamental para a construção de novas pontes da solidariedade cosmopolita, que se sobreponham aos famigerados discursos de ódio, que alçam os muros do egoísmo, da divisão, do fechamento e da radicalização.

O que nos move a impulsionar este SIMPÓSIO PAULO FREIRE, no interior do XV EDUCERE-2021 é a renovação da esperança de dias melhores e do sonho de outro mundo possível: “o sonho pela humanização, cuja concretização é sempre processo, e sempre devir, passa pela ruptura das amarras reais, concretas, de ordem econômica, política, social, ideológica etc., que nos estão condenando à desumanização. O sonho é assim uma exigência ou uma condição que se vem fazendo permanente na história que fazemos e que nos faz e re-faz”; conforme destacou Paulo Freire em 1992 ao escrever a Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Evidentemente, se faz necessário a hermenêutica da história no sentido freireano. No conjunto de sua obra, a história torna-se dialética porque Freire a utiliza para distinguir o presente, enquanto dado e, o presente enquanto portador de possibilidades de emancipação e de esperança. Depreende-se daqui que Paulo Freire não é apenas um homem do presente; é também um homem do futuro. Eis o motivo porque vale à pena continuar lendo e investigando-o, 100 anos depois do seu nascimento: este tesouro do Brasil, patrono da educação brasileira, profeta do sonho de outro mundo possível e educador do mundo. Para findar essa apresentação do referido Simpósio Paulo Freire, no contexto do XV EDUCERE-2021, nos remetemos a uma frase publicada no recente Wiley Handbook of Paulo Freire, editado por Carlos Alberto Torres em 2019, que sintetiza a suma importância dele no cenário mundial: “na Pedagogia, hoje, podemos estar com Freire ou contra Freire, mas não sem Freire”.